5/5/2012

Marcos Moraes (CRF 230) e Leonardo Feitosa (65cc) comemoram em Chapecó


A temperatura subiu neste sábado (5), na pista do Autódromo de Chapecó (SC), local da quarta etapa da Superliga Brasil de Motocross. Em corridas marcadas por quedas e erros dos competidores, o pernambucano Leonardo Feitosa (#64), na 65cc, e paulista Marcos Moraes (#913), na CRF 230, passaram ilesos no traçado e, sem nenhum erro, comemoraram a vitória na competição.

ACESSE A GALERIA DE FOTOS DA QUARTA ETAPA DA SUPERLIGA BRASIL DE MOTOCROSS

ACESSE A PÁGINA DE RESULTADOS DA ETAPA


Já nos treinos classificatórios, Jean Ramos (#992), na MX Pró, Rafael Faria (#116), na MX2, e Fábio dos Santos (#87), na Júnior, foram os mais rápidos e terão privilégio na escolha das posições do gate de largada das provas de domingo (6).

BATERIA CRF 230 – Marcos Moraes assumiu a ponta logo depois da queda do gate. Já Gabriel Montagner (#303), líder da competição, caiu na seção de costelas. Em recuperação, Gabriel encurtou a diferença para Marcos e o ultrapassou. Porém, logo na sequência, o piloto de Araraquara errou novamente e cedeu o posto. Marcos foi para ponta e levou a vitória. Gabriel foi segundo, seguido de Vinícius Nalin (#262). “Como estava dura e molhada, a pista dificultou as coisas para mim. Procurei não forçar e me concentrar para conquistar um bom resultado. Ainda preciso buscar dez pontos e tem muita coisa pela frente”, relata Marcos, vice-líder da categoria.

BATERIA 65CC – O chapecoense Arthur Todeschini (#3) fez o holeshot e logo disparou. Sem ninguém pela frente, Thui tinha tudo para conquistar mais uma vitória quando caiu pela primeira vez. Como a diferença era grande para o segundo, o catarinense retornou em primeiro. Com poucas voltas para o fim, Thui voltou a errar e agora perdeu posições. A liderança caiu no colo do pernambucano Leonardo Feitosa (#64), que assumiu o primeiro lugar e venceu. João Xavier (#48) finalizou em segundo, seguido de Thui, que ainda lidera a categoria. “Quero agradecer a minha família que me ajudou a estar aqui. Estou muito feliz de poder ganhar uma prova da Superliga”, comemora Leonardo.

Treinos Classificatórios

MX Pró –
Os treinos da categoria foram dominados pelo inglês Adam Chatfield (#407) e o brasileiro Jean Ramos (#992). Depois de ver o estrangeiro ser primeiro na sessão inicial, Jean garantiu o melhor tempo no classificatório na última volta do treino com 1min46s712. “A pista está bem técnica e todos estão andando no mesmo ritmo. Como a pista é um pouco estreita, o que dificulta de certa forma as ultrapassagens, tenho que fazer uma boa largada”, destaca Jean.

MX2 – Com o tempo de 1min47s794, o paranaense Rafael Faria comandou o cronometrado da categoria e garantiu prioridade no gate das provas. O líder e segundo colocado do campeonato, Dudu Lima (#2) e Thales Vilardi (#27), finalizaram a atividade em segundo e terceiro, respectivamente. “Mudei o acerto da minha em relação as outras etapas e o resultado veio hoje", diz Faria.

Júnior - Nos dois treinos do dia, os primeiros colocados na tabela Gustavo Pessoa (#117) e Fábio dos Santos (#87) travaram um acirrado duelo. Na primeira sessão, Gustavo liderou. Mas no classificatório, que definiu o gate de largada da bateria, Fábio foi o mais rápido com 1min56s849. “Estou bastante confiante para a etapa. A moto está acertada e espero sair bem do gate”, comenta Fábio.

A Superliga Brasil de Motocross é apresentada por Honda e Mobil, tem co-patrocínio Pirelli, Yamaha, Mormaii, Monster Energy e Consórcio Nacional Honda. Apoio da Prefeitura Municipal de Chapecó, Moto Clube Chapecó, Rádio Atlântida FM e Revista da Moto!
Patrocínio

Co-Patrocínio





Apoio

Realização